Existe receita para o SEO?

Existe receita para o SEO? O SEO (Search Engine Optimization) é uma técnica adotada para deixar o conteúdo de seu site atrativo para o Google, mas realmente funciona? 

A verdade é que não existe uma fórmula mágica para o SEO, até porque o algoritmo do Google está a cada dia mais inteligente e difícil de se “driblar”.

O Google mapeia e avalia todo o conteúdo que é publicado nos sites e neste mapeamento ele compreende se a publicação é rica de conteúdo, relevante para quem buscou e se a escrita é atrativa ao leitor.

Este grau de complexidade dificulta na tentativa de fazer com que o seu conteúdo fique no topo.

Quer dizer que não existe uma receita para o SEO?

Receita não, mas algumas regrinhas básicas ajudam muito. São elas:

    • número de palavras que podem estar contidas em cada frase (20)
    • número de palavras total do artigo (1890)
    • uso adequado das palavras-chave
    • qualidade do texto
    • referências externas (links para conteúdo de terceiros)
    • referências internas (links para conteúdo de seu próprio site)

O número de palavras pode variar de um texto para o outro contanto que isso não comprometa o conteúdo dele. Um texto rico pode facilmente ter menos de 1000 palavras, então não se apegue aos números se acreditar já ter transmitido toda a ideia do texto.

Podemos dizer também que o número de palavras é o único que pode variar neste conjunto de regrinhas. A qualidade do texto, a referenciação e a utilização adequada das palavras-chave são itens obrigatórios.

A referenciação dá credibilidade ao texto e colabora para que o Google o considere uma autoridade no assunto. Colocar links externos para páginas renomadas pode colaborar muito com o seu texto.

A função das palavras-chave para o SEO

As palavras-chave são o que há de mais importante no texto, pois é através delas que o leitor chegará ao seu site. Deste modo o Google identifica a palavra-chave como O ITEM principal para classificar e ranquear o seu texto.

O uso de palavra-chave não é o mais importante e o mais complexo item em um trabalho de SEO.

A escolha da palavra-chave não é algo fácil! Se fosse fácil, todo mundo faria.

O principal quesito utilizado pela escolha costuma ser o volume com que ela é pesquisada. Porém podemos considerar esta questão uma “faca de dois gumes”.

Uma palavra-chave com volume de buscas elevado é uma palavra-chave forte, porém muito concorrida. Isso faz com que seja ainda mais difícil você conquistar as primeiras páginas de busca do Google. Significa que já existe muito conteúdo disponível sobre o mesmo assunto.

Em contrapartida, uma palavra-chave com baixo índice de buscas deve também ser desencorajada. A chance de o seu conteúdo jamais ser visto é muito grande.

Planeje a palavra-chave

É necessário um bom estudo das palavras-chave antes de aplicá-las em um texto. Para isso o Google criou uma ferramenta chamada Keyword Planner.

O Keyword Planner é uma ferramenta muito útil, pois ajuda na escolha da palavra chave demonstrando o volume de buscas para cada uma delas. O problema é que este volume de buscas não é mostrado com exatidão, fazendo com que a palavra-chave pesquisada tenha um intervalo de abrangência muito alto.

O Google só libera resultados mais precisos dentro do Keyword Planner se você possuir alguma campanha patrocinada (paga) ativa. Existem outras ferramentas melhores para planejamento e controle de palavras-chave, porém em sua maior parte são ferramentas pagas.

Isso não quer dizer que você é obrigado a pagar para fazer textos que atinjam o público desejado. O conteúdo de uso livre do Keyword Planner e do Ubersuggest podem ajudar muito neste aspecto, porém se você desejar se tornar um criador de conteúdo, as ferramentas pagas são essenciais para a execução dos chamados “textos matadores”.

Tipos de palavra-chave

As palavras-chave podem ser classificadas como short-tail (cauda curta) e long-tail (cauda longa) sendo as de cauda longa as mais utilizadas por expressar melhor o conteúdo buscado.

O principal objetivo de uma palavra-chave de cauda longa é o de emular o modo como um usuário faria uma busca na internet. Por exemplo, se um leitor deseja aprender sobre energia eólica, ele poderia procurar no Google por “como funciona a energia eólica?”. O texto que contiver esta palavra-chave é um amplo favorito a aparecer entre os primeiros nos resultados da pesquisa.

Mas fique atento! A inteligência artificial do Google é bastante avançada, portanto não pense que atingirá o topo escrevendo um texto repetindo inúmeras vezes a sua palavra-chave. Isto é chamado de “keyword stuffing” e o Google entende isso como uma maneira de tentar burlar o sistema. Esta tentativa é prontamente punida e seu texto provavelmente irá parar no limbo da internet.

Uma ótima alternativa para evitar o “keyword stuffing” é utilizar-se de palavras-chave secundárias, que são palavras variantes da sua palavra-chave principal. Deste modo o seu texto continua condizente com o assunto sem se apegar a ficar repetindo a mesma palavra o tempo todo.

Se a palavra-chave é o item mais importante, basta achar uma boa para ganhar os primeiros lugares no Google?

Novamente eu sou obrigado a dizer que não! Mas ajuda.

Além de mapear o conteúdo inteiro de seu site, o Google também o qualifica pelo modo como foi desenvolvido. Ele identifica se o site é responsivo (adequação às telas de aparelhos móveis), qual a velocidade de carregamento das páginas, tempo em que o site está no ar e por fim qualifica o conteúdo disposto nele.

As principais dicas de SEO que temos a dar são:

  • Otimize o seu site
  • Escreva textos com conteúdo rico e relevante
  • Use, mas não abuse das palavras-chave
  • Faça referências internas e externas no seu texto

A concorrência que existe na internet é colossal e cada vez mais as empresas buscam a alternativa de anúncios pagos para ganhar destaque. Estes anúncios são uma alternativa excelente, porém temporária e dispendiosa.

As pessoas precisam entender que SEO não é mágica. Requer muito estudo e planejamento. Mas podemos afirmar que com um excelente trabalho de SEO as empresas podem sim conquistar o topo do Google.

Saiba como nós podemos ajudá-lo a aplicar o SEO em seu site.